Raimo Benedetti videoartista

Raimo Benedetti
Cinema das Atrações

CINEMA OF ATTRACTIONS

Apresentação Antes de virar uma forma de arte autônoma, o cinema era apenas uma atração que “reunia, na sua base de celulóide, varias possibilidades de espetáculos derivados das formas populares de cultura, como o circo, o  carnaval, a  pantomima,  a  prestidigitação  a lanterna mágica” (Machado, 2005).  O curioso e obscuro período da história do cinema que abrange seus 10 primeiros anos de existência tem ultimamente chamado a atenção da historiografia cinematográfica. Narrativas curtas, inventividade, filmagens caseiras e efeitos especiais são alguns dos atributos que sobreviveram ao longo dos anos e que atualmente encontra estreita relação com a produção audiovisual veiculada na internet, nos filmes experimentais ou nas artes visuais. Alguns foram os nomes cunhados para definir este período (1895-1905) desde o pejorativo Cinema Primitivo, passando por outras denominações mais precisas como Primeiro Cinema e o Cinema das Atrações. Este último – que dá nome à esta palestra – foi criado pelo historiador norte-americano Tom Gunning ao entender que os filmes do período se baseavam na  “habilidade de maravilhar, espantar e atrair o espectador, cuja a aparição em si já era um acontecimento.” Crazy Você sabia que o cinema não foi inventado pelos irmãos Lumière? Quando finalmente Max e Emil Skladanowsky conseguiram organizar uma apresentação pública de seu novo e aguardado invento, o bioscópio,  um projetor de imagens capaz de “reproduzir a vida em todos os seus detalhes naturais”, mal sabiam que seu sucesso seria apagado pela história. A supremacia do cinematographo, invento dos irmãos Lumière, apresentado ao público cerca de apenas um mês depois da demonstração de seu rival alemão,  fez com que a fama de “inventores” do cinema recaísse sobre os empresários franceses. Lumiere Nos dias de hoje Assistir aos filmes do período do Cinema das Atrações com os olhos de hoje é uma tarefa um tanto complicada. Nossa cultura cinematográfica foi fortemente moldada pelo cinema narrativo, expresso por uma complexa linguagem e visto dentro de uma sala escura o que nos leva a entender os pequenos filmes do early cinema como peças estranhas, ingênuas e imaturas. A palestra “Cinema das Atrações” pretende trazer ao público o prazer de ver esses filmes respaldados por um vasto material de apoio entre fotos, vídeos e demais documentações. Trazendo para perto de si o contexto da Belle Époque, da revolução industrial, das feiras universais, da expansão urbana enfim da consolidação do mundo moderno (o qual o cinema é seu filho autêntico) pretende-se reavaliar a preciosa produção visual do período através da visualização de filmes da França, Estados Unidos, Inglaterra, Espanha exclusivamente sonorizados pelo palestrante para este fim. EntrevistaBarco

Muybridge

Videota   http://ovideota.blogosfera.uol.com.br/2015/07/23/virais-sao-um-espelho-dos-primordios-do-cinema/    

Filmografia

Max e Emil Skladanowsky

Lumière

Thomas Edison

Biograph and American Mutoscope Company

Pahthé

 

Comments are closed.